blog comments powered by Disqus

sábado, 6 de novembro de 2010

Vocês Sabem Por Que os Gatos Arranham?

Vocês Sabem Por Que os Gatos Arranham?

Gatos na casa, móveis e objetos arranhados. Mas, porque os gatos arranham? Para afiar as garras, também, mas este não é o único motivo: os bichanos arranham para se espreguiçar, brincar e, principalmente, para se comunicar. Isso mesmo! Para os felinos, deixar esses sinais em forma de arranhões é uma forma de marcar o território. E é um habito. Todos os gatos arranham, inclusive aqueles que não têm mais unhas!

Arranhar, Não! 

Os gatos têm necessidade de arranhar e precisam de um lugar para isso. Eles arranham para eliminar a camada externa e gasta das patas e para marcar território. Seu gato vai se apoiar nas patas de trás e se esticar o máximo que puder para arranhar as unhas. Se estivesse fora de casa, outro gato poderia aparecer e fazer a mesma coisa. O que alcançar maior altura é o vencedor. O ato de arranhar também é uma forma de se esticar. À medida que se alonga, agarra o arranhador (ou o móvel ou as cortinas), e então se estica, curvando-se para trás. Por fim, os gatos arranham porque gostam disso. É natural, e eles se divertem.

Para que ele não danifique móveis e cortinas, dê a seu gato um ou dois arranhadores. Os mais interessantes têm superfícies variadas. Ele deve ser alto o suficiente para que o gato possa esticar as patas da frente acima da cabeça e ainda sobre espaço para se alongar e prender as patas. Se o arranhador for pequeno, o gato vai preferir os móveis mais altos.

Para tornar o arranhador mais atraente, passe erva-dos-gatos nele. (mais conhecida como "maconha" de gato) Seja generoso no início, enquanto o seu gato está aprendendo a usar o arranhador. Depois, passe a colocar a erva de vez em quando, apenas para manter o interesse do gato. O lugar também pode tornar o arranhador mais interessante. Lembre que os gatos arranham para marcar território. O corredor e a parte de trás do sofá não são territórios dignos de observação. O gato escolherá um móvel num lugar mais importante: onde a família se reúne, em geral na entrada da sala principal.

Se o gato resolveu usar um móvel como arranhador, você pode fazê-lo mudar de idéia. Primeiro, cubra a parte do móvel que ele gosta de arranhar com algo que o desestimule: um pedaço de tapete de plástico com saliências na parte externa, ou papel-alumínio. Uma toalha com cheiro de vinagre e fita adesiva dupla-face são outras idéias. Ao descobrir um material que pode desencorajar seu gato, use-o por várias semanas enquanto o reeduca para usar o arranhador.

Se surpreendê-lo no ato, um leve jato de água é uma boa punição, mas tem que estar à mão. Não saia correndo atrás do borrifador e depois atrás do gato: ele não saberá por que está sendo punido. Em vez disso, se você sabe que o seu gato gosta de arranhar e se esticar logo depois do jantar, fique com o borrifador por perto. Quando ele se aproximar daquele móvel, espere até que estique as patas e então aplique-lhe um jato de água. Enquanto ele se afasta, ignore-o: chega de punições.

Se o seu gato está decidido a arranhar os móveis e você não consegue detê-lo, talvez seja o caso de procurar os protetores de unha. São proteções para ser coladas nas unhas das patas dianteiras, que impedem que o gato arranhe os móveis. Os gatos não gostam dessas proteções quando são aplicadas da primeira vez, mas se acostumam a elas. Os protetores devem ser reaplicados a cada seis semanas, e às vezes a aplicação é difícil.

Algumas pessoas preferem usar a cirurgia para arrancar as garras como forma de controlar o ato de arranhar. Mas essa cirurgia remove as unhas das patas da frente e também o osso do último dedo. Uma cirurgia alternativa é cortar o tendão, o que permite ao gato continuar esticando as unhas. Ambas são caras, muito dolorosas e acabam com a habilidade do gato de se defender e expressar prazer através das patas. A cirurgia deve ser o último recurso depois de todas as outras opções terem sido tentadas, e nunca deve ser feita em um gato que vive fora de casa. 
OBS.: Ao meu ver, isso é uma mutiliação, e deveria ser totalmente proibido esse procedimento cirúrgico. Alguns bons veterinários recusam-se a fazer tal cirurgia. É o mesmo que você fazer uma cirurgia em um cão para que ele pare de latir. Como bem diz nossa veterinária: "-  É muito bom quando o gato começa a arranhar o sofá, os pés das cadeiras, cortinas etc., pois esse é um estímulo para que nunca fiquemos com móveis velhos na casa, sempre estaremos renovando". Fico indignada ao ler tal coisa.  (grifo meu)
Mantenha o Seu Gato Ativo 

Os gatos são muito menos ativos que os cachorros. Algumas pesquisas calculam que os gatos selvagens dormem cerca de 16 horas por dia! E quem tem gato concorda que eles gostam de cochilar. Mesmo que o seu gato seja dorminhoco, ainda assim ele precisa de exercícios regulares para manter o corpo saudável e a mente aguçada e consumir uma parte do excesso de energia que pode lhe causar problemas. O gato entediado, com muita energia, pode estragar os móveis, derrubar coisas das estantes, vasculhar a lata de lixo.

Alguns gatos, principalmente os filhotes, dão muitas voltas pela casa, sobem e descem dos móveis, andam em torno da mesa da sala e perto das paredes quando não se exercitam. Outros precisam de motivação para se mexer. Isso significa que você tem que se envolver.

Muitos brinquedos são feitos pensando nos exercícios. Os brinquedos amarrados a um bastão são muito divertidos para os gatos. Um bastão pequeno (em geral de fibra de vidro ou de plástico) tem um cordão de barbante ou de náilon amarrado a ele com um brinquedo na ponta. O brinquedo pode ser uma simples pena ou duas, ou ainda algo que se agita quando é movimentado. Assim, você pode provocar o gato puxando o brinquedo pelo chão, e quando o gato pular sobre ele basta puxar o bastão para afastar o brinquedo.
Deixe o gato pegar o brinquedo de vez em quando. Caso contrário, ele vai parar de brincar. Enquanto brinca, seu gatinho vai correr, saltar, arrastar-se e pular todos bons exercícios. Outra brincadeira é movimentar uma lanterna, fazendo a luz brilhar no piso e nas paredes. Muitos gatos perseguem a luz por longo tempo. Existe um laser vermelho, próprio para gatos eles adoram aquele brilho! Mas só utilize esse laser especial, pois outros tipos podem fazer mal aos olhos se eles olharem diretamente para a luz.

A perseguição é outro bom jogo. Basta ir atrás do bichano até que comece a correr; então, persiga-o pela casa. Muitos gatos adoram essa brincadeira, e correm e se escondem inúmeras vezes. 

Nada Substitui Você 

Deixe alguns brinquedos pequenos, como uma bola ou um rato peludo de brinquedo, pela casa para o gato brincar quando quiser. Mas você deve encontrar tempo, pelo menos uma vez por dia, para as brincadeiras. Ele espera por isso. Muitos ficam tão ansiosos que levam um brinquedo até o dono. Se o gato vive dentro de casa, você deve garantir que ele passe algum tempo se exercitando para manter o corpo saudável e em forma. Esse tempo não é apenas um bom exercício para o gato, é uma boa oportunidade para vocês dois.

Fotos dos nossos gatos e também retiradas da Internet.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More